Uranium

Padrão

Como este assunto está sendo comentado absurdamente na mídia, decidi falar um pouco sobre ele também. Aos que já estão de saco cheio sinto muito e aos que não sabem nem do que se trata, mantenham-se informados! Isso é apenas um resumo.

O "yellow cake", pó amarelo usado na produção de energia nuclear

Pra começar vamos saber para que serve o urânio? E a resposta é: gerar energia elétrica, porém é utilizado também na indústria bélica.

Para mais, temos o texto do Mundo Estranho que explica que o urânio que é encontrado na natureza recebe um adjetivo:

“Ele recebe o adjetivo porque o urânio encontrado na natureza é bastante “pobre”: 99,27% do metal é formado por urânio-238, que não serve para as usinas nucleares. Energeticamente falando, o que interessa mesmo é o urânio-235 (U-235), que compõe menos que 1% da massa total do urânio extraído nas minas. O produto enriquecido nada mais é que o metal bruto com uma porcentagem de U-235 aumentada artificialmente. Quando essa quantidade chega a 2% ou 3%, o produto já é capaz de gerar energia nas usinas.

Mesmo com essa proporção aparentemente baixa, a força que tal matéria-prima gera é absurda: alguns gramas de urânio enriquecido fornecem energia equivalente à da queima de toneladas de carvão ou de milhões de litros de gasolina. Esse poder todo vem da fissão, ou seja, da quebra dos átomos do U-235. Não existe forma mais eficiente de obter energia do que quebrar átomos. E o U-235 tem justamente a propriedade de se romper sem resistência. Basta lançar uma partícula – um nêutron, no caso -, para que ele arrebente e gere energia pura. Um exemplo funesto dessa força está nas bombas atômicas. A diferença é que o urânio dessas armas é bem mais rico em U-235 que o das usinas. O urânio-238 que sobra do enriquecimento não vai todo para o lixo. Entre outras coisas, ele pode ser convertido em plutônio, que também serve para as usinas nucleares e, infelizmente, para a fabricação de mais bombas.”

Concentração perigosa: Nível de enriquecimento torna o metal útil para usinas ou para bombas atômicas

1. O urânio sai das minas na forma de dióxido de urânio (UO2), misturado a argila, enxofre e outras impurezas. Uma tonelada desse metal na natureza contém apenas 7 quilos de urânio-235 (U-235), o ideal para gerar energia nuclear. O principal composto restante é o menos aproveitável urânio-238 (U-238)

2. O urânio bruto é limpo com elementos como ácido sulfúrico e transformado em pó. Depois, é submetido a um gás à base de flúor sob uma temperatura de 550 ºC, tornando-se uma substância gasosa também. Esse produto passa por um novo banho de flúor, a 350 ºC, e vira um gás com moléculas compostas por um átomo de urânio e seis de flúor (UF6)

3. O UF6 é direcionado contra uma espécie de peneira, uma barreira cheia de poros microscópicos. O U-235 é menor que o U-238 e passa pelos poros mais facilmente. A passagem pela “peneira” é repetida até a concentração de U-235 chegar ao nível desejado. Depois, outros processos separam o urânio enriquecido do flúor e transformam o metal gasoso em tabletes sólidos

4A. O urânio pobre – o U-238 barrado na “peneira” – também tem utilidade. Ele é aplicado na blindagem de tanques de guerra e na construção de projéteis (munições), já que é 2,5 vezes mais pesado que o aço. Mas também há um uso civil: denso, ele serve como contrapeso na carcaça de aviões

4B. O urânio pouco enriquecido, com 2% a 4% de U-235, é suficiente para as usinas nucleares. Nelas, a energia criada pela fissão desses átomos é usada para ferver água. E o vapor resultante move as turbinas, gerando eletricidade. Esse mesmo urânio também é usado para impulsionar submarinos e porta-aviões nucleares

4C. O metal altamente enriquecido tem entre 90% e 99% de U-235. Como essa concentração é muito grande, o produto gera uma energia absurda em frações de segundo. Por isso esse é o urânio enriquecido usado nas bombas atômicas. Alguns gramas dele causam mais destruição do que a vista em Hiroshima, no Japão, em 1945

Então… Com isso concluímos que o urânio é um energético milhões de vezes mais poderoso do que o petróleo.

Daí vem o mundo:

Segundo oficiais da ONU a quantia de urânio que Teerã – a capital e principal cidade da República Islâmica do Irã (a antiga Pérsia) – tem acumulado – mais de uma tonelada – é suficiente, com o acréscimo de purificação, para a construção de uma bomba atômica. Segundo eles, isso é desde que o presidente Barack Obama assumiu o cargo. Além disso O programa nuclear iraniano é atualmente o mais espinhoso tema das relações internacionais, envolvendo uma questão central: a proliferação de armas nucleares no meio do conflito mais agudo, o do Oriente Médio.

Daí vem aquele: o programa nuclear iraniano tem fins realmente pacíficos não tem…

Dando um salto, vem o que está em foco na mídia desde ontem (17): O acordo nuclear entre Irã, Brasil e Turquia.

Nesse acordo, alguns pontos interessantes são:

1. O Irã se compromete a ceder 1.200 kg de urânio levemente enriquecido (a 3%) à Turquia. E recebe, em troca, 120 kg de urânio enriquecido a 20% (suficiente para alimentar um reator para fins medicinais, mas não para uma bomba atômica);

2. Estados Unidos, Rússia, França e AIEA se comprometem a entregar os 120 kg de combustível nuclear aos iranianos em território turco;

3. Os países reafirmam seu compromisso com o Tratado de Não Proliferação Nuclear (TNP). E reiteram o direito de todos os signatários do acordo, inclusive o Irã, de produzir energia nuclear para fins pacíficos.

Já viu o rolo néh?

Daí vem todas as implicações e etc, etc. Vocês podem ler no Jornal da Globo tais implicações e ler um pouco mais sobre o Enriquecimento de urânio.

Outra fonte para leitura é o site do G1, dessa vez sobre a utilização do urânio aqui no Brasil.

Antenem-se!

Beijos

Lay  ઇ‍ઉ.٠·

About mundoparticularlay

Sou um ser humano. Pelo menos, suponho ser. Talvez mais que uma máquina ridícula de idéias antiquadas e sonhos impossíveis, porém honestamente, é isso que sou, mas me contento em olhar pro futuro e pensar que minhas idéias não são tão estúpidas e que, com grande esforço meus sonhos poderão virar realidade. Posso ser de um tudo (indiferente, excêntrica, implícita, exagerada, intensa, instigante, irônica, sarcástica, anti-social, incoerente, chata, cínica, entediada e por vezes entediante). A dona do ócio improdutivo, praticante do sedentarismo, inoperante, procrastinadora ostensiva. Sou perfeccionista, desastrada, arrependida e azarada, desmemoriada e ciumenta embora, tranqüila, sincera, tímida, tola, ingênua, compassiva e entregue. Não sou perfeita e tenho sérios problemas com a perfeição posso ser várias e mesmo assim, continuar sendo uma só. Então é isso, posso ser incomum, mas convivo bem com as diferenças, só não espere que eu incorpore as “normalidades”...

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s