Monthly Archives: Fevereiro 2011

Diga-me o que escutas… # Souza, Gésica #

Padrão

1. És Homem ou Mulher?

Quem sabe ainda não sou uma garotinha –Malandragem- Cássia Eller

2. Descreve-te:
Eu quero dizer
Agora o oposto do que eu disse antes
Eu prefiro ser
Essa metamorfose ambulante
Do que ter aquela velha opinião formada sobre tudo
Do que ter aquela velha opinião formada sobre tudo
Sobre o que é o amor
Sobre o que eu nem sei quem sou
Se hoje eu sou estrela
Amanhã já se apagou
Se hoje eu te odeio
Amanhã lhe tenho amor
Lhe tenho amor
Lhe tenho horror
Lhe faço amor
Eu sou um ator
É chato chegar
A um objetivo num instante

-Metamorfose Ambulante- Raul Seixas

3. O que as pessoas acham de ti?

Keiner mehr da, der mich wirklich kennt
Meine Welt bricht grad’ zusammen
Und es läuft’n Happyend
Um dich weinen soll ich nicht
Ich weiß, unsterblich sind wir nicht
Aber du hast mal gesagt

-Wenn Nichts Mehr Geht- Tokio Hotel

4. Como descreves o teu último relacionamento?

Pior que o melhor de dois
Melhor do que sofrer depois
Se é isso que me tem ao certo
A moça de sorriso aberto
Ingênua de vestido assusta
Afasta-me do ego imposto
Ouvinte claro, brilho no rosto
Abandonada por falta de gosto

Agora sei não mais reclama
Pois dores são incapazes
E pobres desses rapazes
Que tentam lhe fazer feliz

-Linda Rosa- Maria Gadú

5. Descreve o estado atual da tua relação.

Algo preso quer sair do meu olhar
Atravessar montanhas e te alcançar
Tocar o seu olhar
Te fazer me enxergar e se enxergar em mim
-Aqui- Ana Carolina

6. Onde querias estar agora?

Deixe-me ir, preciso andar
vou por aí a procurar
rir pra não chorar
quero assistir
ao sol nascer
ver as àguas
dos rios correr
ouvir os pássaros cantar
eu quero nascer,
quero viver

deixe-me ir preciso andar
vou por aí a procurar
rir pra não chorar
se alguém
por mim perguntar
diga que eu
só vou voltar
quando eu me encontrar

-Preciso me Encontrar- Candeia

7. O que pensas a respeito do amor?

Meu amor,a vida passa num instante
E um instante é muito pouco pra sonhar
Quando a gente ama,
Simplesmente ama
E é impossível explicar
Quando a gente ama
Simplesmente ama!
-Quando a gnete ama- Oswaldo Montenegro

8. Como é a tua vida?

Cai a noite sobre a minha indecisão
Sobrevoa ao inferno, minha timidez
Um telefonema bastaria, passaria limpo a vida inteira
Cai a noite sem explicação, sem fazer a ligação
Na hora da canção, em que eles dizem baby, eu não soube o que dizer
A vida real…
Esperei chegar a hora certa por acreditar que ela viria
Deixei no ar a porta aberta

-Vida Real- Engenheiros do Hawaii

9. O que pedirias se pudesses ter só um desejo?

Fiz tudo, todo o meu destino
Eu dividi, ensinei de pouquinho
Gostar de si, ter esperança e persistência sempre

A minha herança pra você é uma flor
Um sino,uma canção,um sonho
Nenhuma arma ou uma pedra eu deixarei

A minha herança pra você é o amor
Capaz de fazê-lo tranqüilo, pleno
Reconhecendo no mundo o que há em si

-Minha Herança: Uma flor-  Vanessa da Mata

10. Escreve uma frase sábia.

Nem tudo é como você quer
Nem tudo pode ser perfeito
Pode ser fácil se você
Ver o mundo de outro jeito

Se o que é errado ficou certo
As coisas são como elas são
Se a inteligência ficou cega
De tanta informação

-Não olhe pra trás- Capital Inicial

 

Se não vai Não desvie a minha estrela Não desloque a linha reta

Padrão

Você só me fez mudar
Mas depois mudou de mim
Você quer me biografar
Mas não quer saber do fim

Mas se vai

Você pode ir na janela
Pra se amorenar no sol
Que não quer anoitecer

E ao chegar no meu jardim
Mostro as flores que falei

Vai sem duvidar
Mas se ainda faz sentindo, vem
Até se for bem no final
Será mais lindo

Como a canção que um dia fiz
Pra te brindar

Você pode ir na janela
Pra se amorenar no sol
Que não quer anoitecer
E ao chegar no meu jardim
Mostro as flores que falei
Você só me fez mudar
Mas depois mudou de mim

Você Pode Ir Na Janela

Gram

Velhinha, mas amo!